Carrinha RTP

ID: 204805
? Carrinha RTP 
11.Nov.09 07:48
0

Joe Sousa (USA)
Redactor
Artículos: 670
Agradecimientos totales: 15
Joe Sousa

Amigos radiófilos:

Acabo agora de acrescentar a esta série de mensagems sobre carrinhas the companhias de rádio, mais uma photo da carrinha RTP que foi restaurada na Alemanha, e em 2007 se encontrava estacionada à entrada dos estúdios RTP em Chelas-Lisboa.

Vi no interior equipamento antigo, mas provávelmente não restaurado para funcionamento.

Será que algum amigo Lisboeta poderá acrescentar mais fotos? Eu tinha tirado várias, mas só esta sobreviveu.

Cumprimentos,

-José

Agradézcalo al autor si Vd. encontró ayuda con la respuesta.

 2
Museu RTP 
11.Nov.09 12:00

Mario Coelho (P)
Artículos: 454
Agradecimientos totales: 10
Mario Coelho

José,

Como não encontrei documentação em papel  sugiro que veja no Museu da RTP.

http://museu.rtp.pt/#/pt/carro

Abraço

Mário Coelho

 

Agradézcalo al autor si Vd. encontró ayuda con la respuesta.

 3
? Museu virtual ou real 
20.Nov.09 09:11
97 from 5391

Joe Sousa (USA)
Redactor
Artículos: 670
Agradecimientos totales: 10
Joe Sousa

Mário,

Afinal o museu da RTP sempre saíu muito bem. Muito obrigado pela indicação. Quando estive em Chelas há dois anos havia apenas um esboço muito reduzido, com a maior parte da coleção ainda arrecadada, à espera de instalações.

Quando for outra vêz a Lisboa vou lá visitar outra vêz.

Mas, afinal, não estou certo se este museu nào tem uma representaçào física.

O que visitei há 2 anos foi apenas a esposiçào sobre os primentos 50 anos da RTP.

Procurei dentro do museu virtual, uma referência à versão física, mas não a encontrei.

Afinal existe uma versão física?

Cumprimentos.

-José

 

Agradézcalo al autor si Vd. encontró ayuda con la respuesta.

 4
«Museu»  
20.Nov.09 19:46
123 from 5391

Mario Coelho (P)
Artículos: 454
Agradecimientos totales: 19
Mario Coelho

José,

Existe uma versão física, sim . Aí , uma parte  é visitável, outra ainda não.

Para além do que está visitável e que se vê no Museu Virtual, existe um espólio que está guardado num espaço de 450 metros quadrados (parte dos rádios  que se encontravam na rua do Quelhas). Esses equipamentos têm ainda de ser "trabalhados" para que possam ser apresentados do ponto de vista museológico. Mesmo as  peças que estão visíveis no actual museu, são apresentadas práticamente por datas, faltando dizer quase  tudo o que interessa  saber sobre elas.

Também, o espaço em que se inseria o antigo Museu da rádio tinha um significado histórico e sentimental que nenhum espaço moderno pode substituir.

O museu virtual é, a meu ver, o que se salva em toda esta mudança, dado que permite alguma divulgação (pouca) sobre a história da rádio a quem não quer deslocar-se  a Lisboa.

Mas para ficar a saber o que se diz por cá sobre isto, veja :

http://blog.wiz.pt/2009/10/12/o-museu-rtp-na-a-voz-do-cidadao/

Cumprimentos

Mário

Agradézcalo al autor si Vd. encontró ayuda con la respuesta.